Inicio / Matéria / Arte: Quadro “Súplica de D. Inês de Castro” ainda não chegou ao Museu de Arte Antiga

Arte: Quadro “Súplica de D. Inês de Castro” ainda não chegou ao Museu de Arte Antiga

Lisboa, 03 Set (Lusa) – O quadro “Súplica de D. Inês de Castro”, adquirido por um empresário português em parceria com o Estado, ainda se encontra em Paris, onde foi leiloado em Junho, disse hoje à Lusa o director do Museu Nacional de Arte Antiga.

O acordo de parceria estabelece que o Estado poderá exercer o direito de compra do quadro no prazo de um ano, ficando a obra durante o mesmo período no Museu Nacional de Arte Antiga, anunciou o ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, numa conferência de imprensa a 25 de Junho, dia do leilão.

Na ocasião, o ministro disse aos jornalistas esperar que o quadro chegasse a Portugal dentro de pouco tempo, mas isso ainda não aconteceu.

“Neste momento estamos a diligenciar o transporte da peça para Lisboa”, disse à Lusa o director do Museu Nacional de Arte Antiga, Paulo Henriques, limitando-se a adiantar que o quadro ainda está em Paris, que o seu transporte será acompanhado por um funcionário do museu e que a demora se deve ao período das férias.

Paulo Henriques afirmou-se convicto de que o quadro “estará seguramente em Portugal no último trimestre deste ano” e que será apresentado antes da sua exposição.

O quadro, uma obra neoclássica do pintor Francisco Vieira (1765-1805) – conhecido como Vieira Portuense – foi criado para o Palácio da Ajuda, mas o seu rasto perdeu-se a partir de 1807 quando foi levado para o Brasil pela Corte portuguesa.

Em Junho, o Grupo de Amigos do Museu Nacional de Arte enviou uma carta ao ministro da Cultura alertando para a venda da obra num leilão em Paris.

O quadro viria a ser arrematado por 210 mil euros e o mecenas que o comprou preferiu o anonimato.

Caso o Estado exerça o seu direito de compra pagará o mesmo preço, disse o ministro da Cultura.

Segundo o director do Museu de Arte Antiga, instituição que tem outras obras de Vieira Portuense, “Súplica de D. Inês de Castro” é “uma peça de referência e deveria pertencer às colecções do Estado”.

Fonte:http://www.jn.pt/artes/interior/arte-quadro-suplica-de-d-ines-de-castro-ainda-nao-chegou-ao-museu-de-arte-antiga-1008682.html#ixzz4ZFh1Vp3M

Além disso, verifique

leilão-judicial

6 dicas de como fazer um bom negócio em um leilão de imóveis

Especialista em leilões elencou os principais pontos que você deve prestar atenção antes de comprar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Powered by keepvid themefull earn money